Comércio eletrônico para serviços, você ainda não acredita?

Se sua resposta foi sim a esta pergunta sim, cuidado! O e-commerce está cada vez mais popular entre os brasileiros, a cada dia que passa mais e mais pessoas perdem o medo e descobrem as vantagens de se comprar pela internet, não só a questão do preço mais baixo, mas também da comodidade que isto traz. Este movimento tem por outro entusiasmado mais e mais empresas a usarem este canal como forma de negociação e quando falamos em negociação estamos falando das diversas formas de se fazer negócios pela web.

 

Por exemplo: você pode ser prestador de serviço que precisa fazer um orçamento antes de se contratado e este orçamento exige uma visita ao local onde o serviço será prestado, você pode usar a web como um facilitador do seu negócio, onde você permite que seu cliente solicite uma visita indicando o local que será visitado e qual tipo de serviço ele está interessado e caso o cliente esteja fora da área de atuação da empresa será informado de imediato pelo próprio site, além de que o endereço será validado logo após ser digitado caso o sistema não localize o local no mapa. O prestador de serviço pelo seu lado receberá não só o endereço como também o mapa da localização exata do local em questão, o serviço desejado e dado para contato com o cliente. Com este recurso você conseguirá reduzir o tempo de telefone, facilitamos a comunicação entre cliente e prestador de serviço. Isto é lógico acompanhado de um fale conosco, suporte ao cliente e informações técnicas no site que ajudem o cliente a conhecer melhor seu serviço. Isto também é uma forma de comércio eletrônico.

Tags: , , , ,

Comente